Cosmética natural: a vez dos desodorantes

desodorantes-as-sementeirasEstava para escrever este post há um tempo (desde o Enga – Encontro Nacional dos Grupos de Agroecologia, para ser mais precisa), mas antes queria testar bem algumas receitas que fui conhecendo, para só então compartilhá-las aqui. O fato é que essa busca por uma cosmética mais natural (ou o menos tóxica possível) já começou há alguns anos em minha vida, e confesso que tem sido algo bem interessante, além de econômico e sustentável, claro! Isso porque você deixa de gastar uma grana na farmácia ou no supermercado com esses produtos de higiene pessoal e, mais que isso, diminui seus impactos na natureza, reduzindo a quantidade de embalagens vazias descartadas no lixo…

Para quem também estiver nessa busca, super indico a leitura de algumas receitas que já compartilhamos aqui no blog. São elas: sabonetes, shampoo, e pó dental e enxaguante bucal. Dos cosméticos que utilizamos no dia a dia, talvez o desodorante seja o que mais exige pesquisa e experimentações para substituir. E digo isso porque há dezenas de receitas e truques naturais espalhados pela web, mas você terá que descobrir a que melhor se adapta a você. E isso vai depender muito do seu nível de transpiração e da alimentação que você segue, pois seu suor está bastante relacionado ao que você come. Quem segue uma dieta rica em alho, cebola e pimenta, por exemplo, está mais propenso a ter odores ruins nas axilas.

Então, antes de compartilhar algumas dicas, vamos antes entender a origem desses odores, o chamado e tão temido cecê!

Transpirar é vital!

Para manter a temperatura do corpo estabilizada, e assim garantir o bom funcionamento do nosso organismo, suamos diariamente. E é também transpirando que nosso corpo elimina toxinas e demais impurezas oriundas de reações químicas do próprio organismo. E ao contrário do que muitas pessoas pensam, o suor em si não tem cheiro ruim. Os maus odores acontecem devido à presença de bactérias na pele que metabolizam as substâncias do suor e produzem alguns compostos que possuem um cheiro bastante forte e irritante.

Para combater ou disfarçar esses adores, há hoje centenas de marcas de desodorantes, antitranspirantes e antiperspirantes, com infinitas fragrâncias e finalidades. E sim, existem diferenças entre eles.

A função do desodorante, que possui substâncias químicas que buscam inibir o crescimento das bactérias na pele, é mascarar ou eliminar o cheiro ruim (daí o nome: des-odorizar). Já os antitranspirantes buscam evitar a transpiração, inibindo a produção de suor ou dificultando a eliminação pelas glândulas sudoríparas (o que é péssimo pra saúde, pois já vimos aqui o quão ela é vital para nosso organismo). A mesma função têm os antiperspirantes, pois a palavra “perspirar” significa “transpirar insensivelmente em toda a superfície”.

Até aí você pensa: então é só usar o desodorante e pronto, cecê resolvido e saúde garantida! Antes fosse. O problema é que as fórmulas dos três utilizam corantes e fragrâncias sintéticas, além de substâncias químicas um tanto suspeitas para nossa saúde e que por isso são alvos de pesquisas científicas, como os parabenos, sulfatos e o triclosan (confira, em inglês, aqui e aqui duas reportagens da Bloomberg News sobre o triclosan,  ou em português, aquino jornal O Globo).

Outra substância seria o alumínio, presente nos antiperspirantes e antitranspirantes, e que, segundo alguns estudos, está relacionado ao aumento da incidência de câncer de mama, problemas hormonais e doenças degenerativas, como Parkinson e Alzheimer. Tais estudos indicam que, ao longo de anos, o alumínio pode ser absorvido pela pele e acumulado em nosso organismo. Um parecer técnico divulgado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), no entanto, afirma que até o momento não existe comprovação científica para essas alegações.

Alternativas mais naturais

Na dúvida, sempre penso que o melhor é evitar. E é justamente aqui que começam as receitinhas caseiras, que vem desde os tempos das sábias vovós, e que tanto gosto de experimentar:

  • leite de magnésia: é a que melhor me adaptei! Por ser uma mistura de hidróxido de magnésio com água, ele é capaz de neutralizar os ácidos carboxílicos que compõem o suor e, com isso, evitar o mau cheiro das axilas. Já utilizei diluído na forma 50% de água e 50% de leite de magnésia, em uma embalagem com spray difusor, e também puro, em embalagem roll-on. Em ambas, acrescentei gotas de óleo essencial de tea-tree (super bactericida) e lavanda (amo o aroma!). Vale também usar outros óleos com função bactericida, como o de cravo e o de sálvia. 
  • Óleo de coco: utilizo também com óleo essencial de tea-tree e dá conta do recado. Aplico uma quantidade bem pequena, o suficiente para a pele absorver e não ficar excesso.
  • Bicarbonato de sódio: também dos tempos da vovó, sua função é semelhante à do leite de magnésia: neutralizar a região das axilas, e impedir a ação e proliferação das  bactérias, que adoram meios ácidos. Tem gente que aplica direito nas axilas, como um talco. Ou dá para fazer uma pastinha, com água, óleo de coco e algum óleo essencial bactericida. Para mim funcionou, mas ainda fico com as duas primeiras opções. Outro cuidado que deve ser tomado aqui é que algumas pessoas são alérgicas ao bicarbonato de sódio.
  • Limão: sim, na oficina de cosméticos naturais realizada no Enga, uma pessoa disse que esfregava limão nas axilas e que funcionava! Mas confesso que não curti a ideia, afinal o limão mancha a pele quando exposta ao sol. Fico com as receitas anteriores.

Já vi muita gente indicando também o uso da pedra hume (alúmen de potássio). Mas eis aqui uma questão que me fez parar de usá-la e indicá-la como uma alternativa aos desodorantes convencionais: ela também contém alumínio em sua composição (é um sulfato duplo de alumínio e potássio).

Ainda sigo na busca por mais receitas e dicas caseiras, e quem souber de alguma e puder compartilhar aqui, ficarei super grata! E para quem não curte esses truques caseiros, vale ao menos evitar as marcas que levam alumínio, parabenos e triclosan em sua composição. Basta dar um Google e algumas vão aparecer.

Bom, é isso! É pela sua saúde, é pelo planeta ❤


Confira também: 

Anúncios
Marcado como: