Muito além do peso

Nada menos que 33% das crianças brasileiras estão acima do peso. E o pior: por falta de orientação e por campanhas maciças de publicidade, 56% delas tomam refrigerantes antes mesmo de completarem um ano de idade. E o quadro crítico vai além: a cada cinco crianças obesas, quatro permanecerão obesas na idade adulta.  Os dados fazem parte do documentário Muito além do peso, que traz histórias reais e alarmantes, promovendo uma discussão sobre a obesidade infantil no Brasil e no mundo. 

São histórias de crianças que nem sequer chegaram à adolescência e já sofrem de doenças como diabetes, hipertensão, depressão, colesterol e ácido úrico elevados. Crianças que não sabem o nome de frutas e vegetais corriqueiros, mas que reconhecem à primeira vista pacotes de biscoitos, batatinhas, latas de refrigerantes e colecionam os brinquedos distribuídos criminosamente pelas redes de junk food. Crianças que confundem pimentão com rabanete, ou mamão com abacate, quando já têm idade suficiente para reconhecer diversos legumes e frutas se os mesmos fizessem parte de seu cardápio diário.

Lançado em novembro de 2012, o documentário é fruto de uma longa trajetória da Maria Farinha e do Instituto Alana na sensibilização e mobilização da sociedade sobre os problemas decorrentes do consumismo na infância.

Anúncios