Palma: só para alimentar animais?

Definitivamente, não! E as sementeiras experimentou e aprovou essa delícia sertaneja em Rio de Contas (BA), na Chapada Diamantina.

Em algumas regiões da Bahia – e do nordeste como um todo – o clima é semi-árido, extremamente seco, o que torna muito difícil o cultivo de alimentos. Como saída a essa situação de escassez, e para fugir da fome, os nativos dessas regiões começaram a experimentar o que houvesse de vegetação disponível. Usando de cautela e a sabedoria antiga da observação da natureza, perceberam que animais, como o gado e as cabras, comiam de um tipo de vegetação que é abundante nessas regiões, a Palma (ou Nopalea cochenilifera). Essa espécie de cacto é resistente à falta de chuvas, armazena uma grande quantidade de água e tem alta digestibilidade.

A palma forrageira é rica em vitamina A (ligada à visão), bem mais do que os alimentos convencionais como o repolho, a couve, o coentro ou a bertalha. Tem também valor hipoglicemiante, ou seja, pode ser um auxiliar no caso de diabetes. E ainda possui uma grande vantagem: a possibilidade da palma ter agrotóxico é praticamente nula, já que, por ser tão fácil de pegar e se desenvolver, ninguém utiliza veneno em seu cultivo.

Então não foi por acaso que esses artistas da sobrevivência acrescentaram ao cardápio baiano um rico alimento que compõe deliciosos pratos até hoje. E por que não quebrar o preconceito e a resistência cultural para provar um prato típico do interior da Bahia? A palma você encontrará facilmente…

Refogadinho de Palma Forrageira:

Foto do blog Chapada Diamantina
Foto do blog Guia Chapada Diamantina

Ingredientes:

  • 3 folhas de palma forrageira sem espinhos, picadas e bem lavadas
  • 1/2 xícara (chá) de cebola picada
  • 1/2 xícara (chá) de pimentão picado
  • Cheiro verde, pimenta do reino, açafrão e sal a gosto
  • 3 dentes de alho amassados
  • 1/2 xícara de azeite
  • 2 xícaras de água

Modo de preparo: Doure o alho, a cebola e o pimentão no azeite. Adicione o picadinho da palma, em seguida coloque a pimenta do reino, o açafrão, o cheiro verde e a água. Deixe refogar por 20 minutinhos ou até secar a água.

Pronto, saboreie um dos refogadinhos mais deliciosos e nutritivos que já experimentou!

Anúncios
Marcado como: